NOTA DE PESAR: JAIME LERNER



Por Juliana Suzuki


"Essa é uma semana triste para a arquitetura brasileira. Depois de Paulo Mendes da Rocha, ontem, nos deixou também Jaime Lerner, aos 83 anos.

Nascido em Curitiba, Jaime Lerner graduou-se em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná e Arquitetura e Urbanismo, pela mesma escola, em 1962.


A atuação de Lerner como arquiteto e urbanista foi significativamente eclipsada por sua carreira política: foi prefeito de Curitiba por três gestões e governador do estado do Paraná. Lerner foi, contudo, um arquiteto que se tornou político, e buscou levar para a administração pública seu perfil criativo e empreendedor, que o acompanhou durante toda a vida.


O reconhecimento da importância do planejamento urbano como instrumento indispensável ao desenvolvimento das cidades tem em Lerner e sua Curitiba um de seus mais notórios exemplos de sucesso. O sistema de transporte público implantado na capital paranaense tornou-se referência para muitas cidades, no Brasil e na América Latina, bem como intervenções como a pedestrianização da Rua XV, no centro de Curitiba, disseminada pelo país com a cultura dos “calçadões”.


O projeto do Parque Urbano da Orla do Guaíba, em Porto Alegre, é uma de suas realizações recentes mais conhecidas. Há que se destacar obras de menor escala, mas igualmente impressionantes, como o projeto para sua residência, de 1963, em concreto aparente e laje jardim, atual sede de seu escritório. Nos últimos anos, a atuação de seu escritório expandiu-se para países como Angola, Panamá, México e República Dominicana. Foi presidente da União Internacional dos Arquitetos (2002-2005) e recebeu um sem-número de premiações e homenagens ao longo de sua carreira.


Lerner é um dos últimos arquitetos de uma geração brilhante, marcada pela figura do arquiteto-autor, típica do século 20. Dono de um carisma extraordinário, jamais se furtou a um desafio, em todas as escalas, através de criações que iam do design de mobiliário e protótipos automotivos a projetos arquitetônicos e urbanísticos.


O legado de Jaime Lerner permanecerá, para sempre, na paisagem de Curitiba e na história do planejamento urbano brasileiro."


Com este texto, enviado pela colega Juliana Suzuki, estudiosa de seu trabalho, o Núcleo Docomomo São Paulo apresenta suas condolências aos familiares e amigos de Jaime Lerner e agradecemos a rica contribuição que deixou à cultura arquitetônica brasileira.

Foto: Residência do Arquiteto Jaime Lerner – Juliana Suzuki

Parque Urbano da Orla do Guaíba – 1. Arthur Cordeiro 2. Prefeitura de Guaíba

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo